blog post nutri 3Descubra agora quais são as frutas, verduras e legumes de cada mês

Quando você vai ao supermercado ou feira, é muito provável que encontre uma grande variedade de frutas, legumes e verduras durante o ano todo. Isso acontece porque são utilizadas técnicas modernas de produção, porém essas técnicas envolvem a utilização de sementes modificadas e emprego de defensivos químicos. 

Consumir frutas, verduras e legumes da estação, orgânicos ou produzidos com técnicas que reduzam a utilização dos defensivos, como a utilização do controle integrado de pragas, trazem benefícios ao meio ambiente e ao consumidor, pois são mais baratos e seguros.

Vamos te dar 5 bons motivos para você começar a dar preferência aos alimentos da estação desde já!

1 - São mais saborosos

Cristiane Gattini Sbampato, professora dos cursos de Agronomia, Nutrição e Farmácia da UninCor destaca os benefícios de se consumir frutas, verduras e legumes da estação: 

“As frutas e hortaliças possuem sazonalidade e são bastante perecíveis, porém com a utilização de técnicas modernas de produção e conservação, conseguimos ter acesso a esses alimentos fundamentais para nossa saúde, durante todo o ano . Devemos, entretanto, dar prioridades aos produtos da época por serem mais nutritivos, saborosos e possuírem menos resíduos, além disso contribuem com a preservação do meio ambiente e fortalecem  os produtores locais”, comenta a professora.

Além de mais saborosos, são mais bonitos, pois possuem cor mais forte e uniforme, aroma mais intenso e maior suculência. Isso porque têm seus ciclos de amadurecimento natural respeitados, o que não acontece com aqueles que sofrem uma “aceleração” nesse processo natural. Por se tratar de procedimentos artificiais, não é possível alcançar o mesmo resultado do alimento cultivado naturalmente.

2 - Mais nutritivos

Quando respeitado o seu ciclo natural, frutas, verduras e legumes são mais nutritivos, com mais vitaminas e sais minerais e isso colabora com o bom funcionamento do organismo.

Sem contar que, por não receberem tratamentos artificiais, alimentos orgânicos da temporada não possuem agrotóxicos que fazem mal à saúde.

blog post nutri 23 - Mais baratos

Por serem mais abundantes no período da safra, tornam-se mais baratos, pois o custo de produção desses alimentos é menor, agridem menos o meio ambiente e são produzidos muitas vezes localmente, o que economiza com transportes.

4 - Incentivam a produção local

Ao dar preferência aos alimentos orgânicos e da época, você está incentivando o pequeno produtor local, pois geralmente são eles que abastecem o comércio com alimentos da temporada. 

Assim, você contribui com a economia da região onde vive e incentiva a fixação do homem no campo, evitando o êxodo rural.

5 - Ajudam a preservar o meio ambiente

O uso de agrotóxicos, que tende a ser maior em plantios fora de época, pode contaminar o solo e lençóis freáticos. Além disso, quando se comercializa alimentos de locais próximos geograficamente, como há redução no percurso de transporte desses produtos, isso diminui a emissão de gases e até mesmo o desperdício de alimentos. 

img4O mais importante é a alimentação saudável

Apesar dos alimentos da safra serem mais nutritivos, o mais importante é que se consuma sempre frutas, verduras e legumes, como explica a coordenadora do curso de Nutrição da UninCor, Ana Luiza Rodrigues Pellegrinelli:

“O consumo de frutas, verduras e legumes é importante durante todo o ano, em todos os meses e todas as estações, porque são eles que vão garantir uma oferta adequada de vitaminas e de minerais, que são micronutrientes importantes para o funcionamento adequado do nosso organismo. As vitaminas e os minerais são substâncias consideradas reguladoras do nosso organismo e participam de diversas reações do metabolismo possibilitando, por exemplo, a utilização dos macronutrientes como fonte de energia e nas demais funções do organismo. Quando consumimos a fruta, a verdura e o legume da estação, significa que ele provavelmente tem uma melhor composição nutricional, ele possui muito provavelmente em maior quantidade e melhor qualidade os micronutrientes, os minerais e as vitaminas tão importantes para o nosso organismo. Não significa que aquele alimento que não está na época, não tenha vitaminas e minerais. Sim, eles terão, porém em menor quantidade. O alimento da safra é desenvolvido de forma natural, com a necessidade de menos agrotóxicos, menos fertilizantes, já que naturalmente ele já nasceria, cresceria e se desenvolveria naquela época”, explana a nutricionista.

img1

Se não houver a possibilidade de consumir alimentos da safra, o mais importante é consumir frutas, verduras e legumes todos os dias do ano e evitar ao máximo alimentos processados.

Os alimentos da safra trazem mais benefícios à saúde, além de serem mais econômicos e viáveis do ponto de vista ecológico. É também um meio de incentivar o pequeno produtor, além da opção cultivar o próprio alimento pela agricultura familiar.

Quer saber quais são as frutas, verduras e legumes de cada mês? Confira abaixo*.

Janeiro

  • Frutas: abacaxi, carambola, coco verde, figo, framboesa, fruta do conde, laranja-pera, mamão, maracujá, melancia, nectarina e uva;
  • Verduras: alface, cebolinha, couve e salsa;
  • Legumes: abóbora, abobrinha, beterraba, pepino, pimentão, quiabo e tomate.

Fevereiro

  • Frutas: abacate, ameixa, carambola, coco verde, figo, fruta do conde, goiaba, jaca, maçã, pera, pêssego, seriguela e uva;
  • Verduras: escarola, hortelã e repolho;
  • Legumes: abóbora, gengibre, milho verde, pepino, pimentão, quiabo e tomate.

Março

  • Frutas: abacate, abacaxi, ameixa, banana-maçã, banana-nanica, coco verde, figo, fruta do conde, goiaba, jaca, limão, maçã, mamão, mangostão, nectarina, pera, uva, pêssego, seriguela e tangerina;
  • Verduras: acelga, alface, alho-poró, coentro, endívia, escarola, repolho, rúcula e salsa;
  • Legumes: abóbora, abobrinha, berinjela, beterraba, cará, chuchu, gengibre, inhame, jiló, milho-verde, nabo, pepino, quiabo e tomate.

Abril

  • Frutas: abacate, ameixa, banana-maçã, caqui, cidra, jaca, kiwi, maçã, mamão, pera, tangerina e uva;
  • Verduras: alface, alho-poró, almeirão, catalonha, escarola e repolho;
  • Legumes: abóbora, abrobrinha, berinjela, beterraba, cará, chuchu, gengibre, inhame, nabo, pepino e tomate.

Maio

  • Frutas: abacate, banana-maçã, caqui, jaca, kiwi, maçã, pera, tangerina e uva;
  • Verduras: alho-poró, almeirão, erva-doce, louro, nabo;
  • Legumes: abóbora, abobrinha, batata-doce, berinjela, beterraba, cará, cenoura, chuchu, inhame, mandioca, mandioquinha, nabo e rabanete.

Junho

  • Frutas: carambola, kiwi, laranja-lima, mangostão, marmelo, mexerica e tangerina;
  • Verduras: agrião, alho-poró, almeirão, brócolis e erva-doce;
  • Legumes: abóbora, batata-doce, berinjela, cará, cenoura, ervilha, gengibre, inhame, mandioca, mandioquinha, milho-verde e palmito.

Julho

  • Frutas: carambola, kiwi, laranja-lima, mexerica e tangerina;
  • Verduras: agrião, alho-poró, chicória, coentro, couve, erva-doce, espinafre, mostarda e salsão;
  • Legumes: cenoura, abóbora, batata-doce, cará, cogumelo, ervilha, inhame, mandioca, mandioquinha, milho-verde, nabo, palmito, pepino e rabanete.

Agosto

  • Frutas: banana-nanica, caju, carambola, kiwi, laranja-pera, lima, maçã, mamão, mexerica, morango e tangerina;
  • Verduras: agrião, alho-poró, brócolis, chicória, coentro, couve, couve-flor, erva-doce, escarola, espinafre, mostarda e rúcula;
  • Legumes: abóbora, abobrinha, cará, cenoura, ervilha, fava, inhame, mandioca, mandioquinha, nabo, pimentão e rabanete.

Setembro

  • Frutas: abacaxi, banana-nanica, caju, jabuticaba, laranja-lima, laranja-pera, maçã, mexerica, nêspera, tamarindo e tangerina;
  • Verduras: alho-poró, almeirão, brócolis, chicória, couve, couve-flor, erva-doce, espinafre, louro e orégano;
  • Legumes: abóbora, abobrinha, cará, cogumelo, ervilha, fava, inhame, pimentão e rabanete.

Outubro

  • Frutas: abacaxi, acerola, banana-nanica, banana-prata, caju, manga, coco-verde, jabuticaba, laranja-pera, lima, maçã, mamão, nêspera e tangerina;
  • Verduras: alho-poró, almeirão, brócolis, catalonha, cebolinha, chicória, coentro, couve-flor, erva-doce, espinafre, folha de uva, hortelã, mostarda e orégano;
  • Legumes: abóbora, abobrinha, alcachofra, aspargos, batata-doce, berinjela, beterraba, cenoura, cogumelo, ervilha, fava, inhame, pepino, pimentão, rabanete, tomate e tomate-caqui.

Novembro

  • Frutas: abacaxi, acerola, banana-nanica, banana-prata, caju, coco verde, framboesa, jaca, laranja-pera, maçã, mamão, manga, maracujá, melancia, melão, nectarina, pêssego e tangerina;
  • Verduras: alho-poró, almeirão, brócolis, cebolinha, endívia, erva-doce, espinafre e folha de uva;
  • Legumes: abobrinha, aspargos, berinjela, beterraba, cenoura, inhame, maxixe, nabo, pepino, pimentão e tomate.

Dezembro

  • Frutas: abacaxi, ameixa, banana-prata, cereja, coco verde, damasco, figo, framboesa, graviola, kiwi, laranja-pera, limão, lichia, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, nectarina, pêssego, romã e uva;
  • Verduras: almeirão, cebolinha, endívias, erva-doce, folha de uva, hortelã, orégano, rúcula, salsa e salsão;
  • Legumes: abobrinha, beterraba, cenoura, cogumelo, pimentão, tomate e vagem macarrão.

*Listagem de alimentos retirada do site Cevisa.org.br.